sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Acupuntura: Religioso ou Científico?


“…estando sempre preparados para responder…”(I Pe 3.15).

Definição: Acupuntura é a antiga prática chinesa de estimulação com agulhas, baseada na religião do Taoísmo (uma forma de ocultismo).
Fundador: Desconhecido; o texto tradicional chinês é O Clássico do Imperador Amarelo de Medicina Interna.
Alega-se Que Funciona de Que Modo? Diz-se que funciona estimulando certos pontos com agulhas, supostamente permitindo que a energia cósmica do universo (chi) flua livremente através dos órgãos e sistemas do corpo, mantendo a saúde.
Avaliação científica: Controvertida, mas em grande parte desacreditada; enquanto o seu Taoísmo é ignorado em estudos científicos, tais estudos ainda têm de demonstrar cientificamente a eficácia da acupuntura. Um estudo definitivo de três anos, lançado em 1991, concluiu que a acupuntura nada mais é que, na melhor das hipóteses, um poderoso placebo.1
Potencial de Ocultismo: Prática e filosofia taoísta; praticantes se envolvem com a parapsicologia, programas de meditação e outras práticas do ocultismo usadas em conjunção com a terapia da acupuntura.
Maiores Problemas: A acupuntura funciona mais com base em princípios psicológicos, religiosos ou do ocultismo.
Avaliação Bíblico-Cristã: A acupuntura clássica envolve a prática de uma antiga medicina pagã que é inseparavelmente ligada ao Taoísmo.
Perigos Potenciais: A estimulação com agulhas ocasionalmente produziu complicações médicas e danos físicos, alguns deles sérios; pode mascarar o diagnóstico de uma doença séria; influência do ocultismo.

ORIGEM
A origem da acupuntura é desconhecida, mas podemos encontrar práticas similares no antigo xamaísmo. O Dr. Samuel Pfeifer, consultor de psiquiatria e neurologia de uma clínica psiquiátrica na Suiça, observa:
O tratamento com agulhas, posteriomente denominado acupuntura (do latim acus – “agulha”e punctus – “ponto” ) no ocidente, retrocede aos médicos mais antigos, provavelmente xamãs espíritas. Eles realizavam rituais semelhantes a aqueles encontrados nas atuais seitas do vodu, que tentam expulsar o espíritos malignos introduzindo agulhas no corpo do doente. Estudiosos posteriores abandonaram o modelo demoníaco e integraram o uso de agulhas nas suas teorias astrológicas.2
Outra fonte indica que, entre o terceiro e o primeiro século a. C. , a acupuntura foi usada em rituais de ocultismo como uma forma de sangria, que também permitia que os “espíritos maus” , relacionados com a doença, saíssem.3
A acupuntura pode ter tido semelhantemente uma origem relacionada com o ocultismo na China, ou seu início pode ter sido mais secular. Pedro Chan é um pesquisador associado, de acupuntura, no White Memorial Medical Center, em Los Angeles, nos Estados Unidos, e é autor de vários textos sobre a acupuntura. Ele observa que, de acordo com a tradição, há cerca de cinco mil anos os chineses obeservam que a dor poderia ser aliviada esfregando pedras nos seus corpos. Segundo se diz, eles observaram que quando alguns soldados eram feridos por setas, recuperaram-se de doenças crônicas. Com o tempo desenvolveu-se o princípio de que a estimulação do corpo, quer por pressão, quer por inserção de agulhas, poderia resultar no alívio de tais doenças.4
Por causa das teorias do ocultismo, todavia, que subjazem na acupuntura e de suas associações históricas com o ocultismo, alguma variação na primeira teoria provavelmente pode prover uma estimativa mais acurada de como a acupuntura se originou, até mesmo na China.

POTENCIAL DE OCULTISMO 
Visto que a acupuntura é baseada numa filosofia do ocultismo que envolve a manipulação de energias vitais místicas; visto que a acupuntura é associada tradicionalmente com a magia, a astrologia e o ocultismo, e visto que muitos acupunturistas modernos são de fato paranormais que operam através de poderes do ocultismo, sem dúvida parte do sucesso da acupuntura é também devido a forças espirituais.


NOTAS:
1) Documento de posicionamento sobre a acupuntura, lançado em 1991 pelo conselho Nacional contra a Fraude na Saúde, da Escola Universitária de Medicina de Lima Linda, na Califórnia, EUA. Na época da impressão do livro do qual foi extraído este artigo, considerava-se a possibilidade de publicar o documento para a Pós-Graduação de Medicina.
2) Samuel Pfeifer, Healing at Any Price?, Milton Keines, Inglaterra: Word Limited, 1988, p.28.
3) James C. Whorton, “The First Holistic Revolution: Alternative Medicine in the Nineteenth Century” in Douglas Stalker, Clark Glymour, eds., Examining Holistic Medicine, Buffalo, NY; Prometheus Books, 1985, p.42.
4) Pedro Chan, Finger Acupressure, New York, NY; Ballantine Books, 1978, p.11.
por John Ankerberg e John Weldon
– Extraído do livro Can You Trust Your Doctor? (Pode confiar no seu médico? )
Brentwood, Tennessee: Wolgemuth & Hyat Publishers, 1991. / CACP.



Os ensinos da LBV - Legião da Boa Vontade.


COMO A BÍBLIA É VISTA PELA LBV?

A LBV declara que a Bíblia está cheia de erros por causa do estado evolutivo dos seus autores. E ainda afirma não crer que o Sagrado Livro tenha, todo ele, inspiração divina. E mais ainda: diz que, se a Bíblia tem muitíssimas verdades, também tem suas fábulas e lendas…
REFUTAÇÃO – O apóstolo Pedro diz que a Bíblia foi escrita sob inspiração do Espírito Santo de Deus (II Pedro 1.21). Veja também 2 Timóteo 3.16-17. O salmista afirmou: “Lâmpada para os meus pés é tua palavra; e luz para o meu caminho” (Salmo 119.105). A LBV, ao negar a inspiração bíblica, acaba negando todas as verdades cristãs cridas ao longo dos séculos.

QUEM É O ESPÍRITO SANTO PARA A LBV?
Afirma a LBV que o Espírito Santo é um conjunto de espíritos puros e superiores, a falange sagrada. Nega que Ele seja Deus e uma pessoa.
REFUTAÇÃO – A Bíblia nos informa que o Espírito Santo é uma pessoa e é Deus, e que habita em nós quando passamos a crer em Jesus, ao experimentarmos o Novo Nascimento. Veja João 3.3 e 14.7; I Coríntios 3.16; Efésios 4.30.

A LBV DIZ QUE MARIA TEVE UMA GRAVIDEZ ILUSÓRIA
Com isso, a LBV ensina que Jesus evoluiu através de várias reencarnações, até se tornar um espírito perfeito, não necessitando mais de corpo físico.
REFUTAÇÃO – Leia Lucas 2.7, 2.21 e Gálatas 4.4 e verá o verdadeiro ensino bíblico sobre o nascimento de Jesus: Ele é o Deus que se fez homem!

E O JESUS DA LBV, QUEM É?
A LBV nega a divindade de Jesus e sua encarnação física. Diz que Ele teve apenas um corpo fluídico.
REFUTAÇÃO – Tais heresias não são novas, pois já existiam no primeiro século da igreja. Em suas cartas o apóstolo João rejeitou tais ensinos (veja I João 4.1-3). A Bíblia afirma que Jesus é Deus e que teve um corpo físico. Veja: João 1.1 e 14 ; Romanos 9.5; Colossenses 2.9; Tito 2.13.

JOÃO BATISTA FOI A REENCARNACÃO DE ELIAS?
A LBV crê que o espírito de Elias reencarnou no corpo de João Batista.
REFUTAÇÃO - Se Elias reencarnou em João Batista, quem deveria ter aparecido no Monte da Transfiguração era o espírito de João Batista, já que havia desencarnado, conforme se vê em Lucas 9.9, e não Elias (Lucas 9.29-31). Além do mais, Elias não experimentou a morte física para poder reencarnar! Diz a Bíblia que ele foi arrebatado ao céu (II Reis 2.11). Além disso, em Hebreus 9.27 Deus disse que o homem morre só uma vez, vindo em seguida o juízo.

SATANÁS É NOSSO IRMÃO?
Este ensino está no “Poema do Irmão Satanás”, no Livro de Deus, página 288, da LBV. É dito lá: “Amigos meus, oremos por Satã, amemo-lo de todo o coração”.
REFUTAÇÃO – Jesus afirma em João 8.44 que o diabo é mentiroso e pai da mentira. Satanás se transforma em anjo de luz para enganar as pessoas (II Coríntios 11.14). Em 1 Pedro 5:8 lemos que ele é nosso adversário, não um amigo ou irmão, mas alguém que precisa ser resistido na fé em Jesus. E em Tiago 4.7 temos a seguinte orientação: “Sujeitai-vos a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”.

O DESAFIO DA LBV
“Se alguém provar que a LBV não está integrada nas verdades do Evangelho e do Apocalipse, fecharemos as portas’’. Esse desafio está registrado na página 110 do livro Mensagem de Jesus para os Sobreviventes. Bem, diante do que foi exposto, perguntamos, em resposta ao desafio feito: A LBV está realmente de acordo com a Bíblia, a santa Palavra de Deus???
O verdadeiro Evangelho afirma, em I João 3.8, que Jesus veio para destruir as obras do diabo, que é enganador. Se você foi enganado por ele, Jesus Cristo pode e quer libertá-lo desse engano. Volte-se para Jesus Cristo agora mesmo, arrependendo-se dos seus pecados para receber o perdão e a nova vida que só Ele pode oferecer ao homem.

————————

Fonte: Folheto evangelístico distribuído pelo CPR. / CACP.

Vinho especial para ofertas no Terceiro Templo está pronto.


Semana passada, 30 garrafas de vinho foram entregues ao novo Sinédrio de Israel, sendo aprovadas para a utilização no serviço do Templo. Segundo o site Breaking Israel News, a produção da bebida segue uma antiga tradição e é feita a partir de uma vinha que segue obrigações rituais.
O vinho tem um estatuto especial no judaísmo, uma vez que é requerido para a celebração do Sábado, para festas tais como a Páscoa, e para rituais como o casamento e a circuncisão.
Embora seja proibido aos sacerdotes beberem vinho no Templo, uma libação com a bebida deve ser oferecida no ritual todas as manhãs como parte do culto. Um quarto de hin – pouco mais de um litro – precisava ser derramado sobre o altar, ensina Números 15:5.
As uvas são uma das sete espécies de plantas onde Israel é especialmente abençoado, ensina o texto de Deuteronômio 8: 8. O rabino Hillel Weiss, porta-voz do Sinédrio, explica ser necessário que o vinho que será utilizado no Terceiro Templo precisa ser kosher, purificado por um sacerdote.
O retorno dessas uvas a Israel, após terem sido banidas durante os anos de dominação islâmica, quando o álcool foi proibido, é profetizado por Miquéias 4:4 como prenúncio da vinda do Messias.
Os requisitos para um vinho ser considerado kosher são mais rigorosos do que para outros alimentos. Todo o processo, desde o esmagamento das uvas até o engarrafamento, deve ser realizado inteiramente por judeus que guardem o sábado.
A indústria do vinho em Israel é grande, com centenas de vinícolas produzindo mais de dez milhões de garrafas por ano. Mas não havia nenhum até agora que seguisse as exigências para o uso no Templo, ressalta Weiss.
O vinho se junta ao azeite como elementos rituais básicos para a retomada dos cultos segundo as determinações bíblicas. O Instituto do Templo já reproduziu todas as peças do interior e tem cuidado para que tudo, inclusive os animais a serem sacrificados sigam estritamente a Lei da Torá – 5 primeiros livros da Bíblia.

Produção ritual.
Primeiramente, foi preciso encontrar um vinhedo adequado. Normalmente, as videiras são cultivadas acima do solo, em ramos suspensos. As uvas para fabricar o vinho do Templo deveriam ser cultivadas diretamente no chão, um método não usado hoje em dia.
A técnica é utilizada somente na vinha pertencente a uma escola secundária em Yatir, ao sul de Hebron. Moshe Hagger, o diretor da escola, trabalhou profissionalmente em uma adega antes de entrar no ramo da educação e mantém uma vinha para fins educacionais.
“Toda a produção da vinha é orgânica”, explicou Hagger. “Não são usadas máquinas quando colhemos as uvas ou fazemos o vinho. São os alunos que pisoteiam as uvas. Não adicionamos nenhum outros elemento ou produtos químicos no processo. A fermentação é causada pela levedura natural na pele das uvas”, explica. Mas ele deixa claro que o objetivo era mostrar aos seus alunos como era a produção tradicional e nunca imaginou que seu vinho poderia ser usado no Templo.
Judeu praticante, ele ressalta que segue a Torá e por isso durante o ano sabático, não há produção em suas terras. Esse é um hábito extremamente raro no Israel moderno. Sua pequena vinha produziu ano passado 60 garrafas. Metade delas foram adquiridas pelo rabino Weiss para o Sinédrio.
O líder religioso diz que ficou espantado com a qualidade do vinho. “Eu esperava que o vinho fosse excepcional. Vinho não é apenas parte essencial do serviço do Templo, mas o antigo Israel era conhecido por produzir o melhor vinho do mundo”, comemora Weiss.
Na semana passada, uma cerimônia especial chamada “terumá e maaser”, foi realizada nas colinas de Jerusalém. Acompanhada por rabinos milhares de litros de vinho de qualidade foram ofertados como dízimo. Quando o Templo for reconstruído, justificam, todos os dízimos de origem agrícola guardados, serão levados ao Templo.
Gospel Prime

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Ministro de Israel diz que país foi abandonado pelos EUA.

Ministro de Israel diz que país foi abandonado pelos EUA

Yoav Galant, ministro da construção de Israel, fez uma afirmação desanimadora acerca da relação política entre Israel e Estados Unidos, com base em uma decisão da Organização das Nações Unidas (ONU) na última sexta-feira (23).
O conselho de segurança da ONU definiu, em votação, a condenação dos assentamentos israelenses na Cisjordânia. Assim, a resolução prevê que Israel deve cessar imediata e completamente todas as atividades de assentamento no “território palestino ocupado”, incluindo em Jerusalém Oriental.
A resolução recebeu 14 votos a favor, enquanto a posição dos Estados Unidos no processo foi a abstenção. Por conta disso, o jornal Jerusalém Post divulgou uma fala de Galant, analisando a situação.
“Uma semana atrás, os Estados Unidos equiparam Israel com as aeronaves mais avançadas do mundo porque compreendem as ameaças que Israel enfrenta na região, mas hoje eles abandonaram Israel na esfera política aos seus inimigos mais hostis”, afirmou o ministro.
Com a decisão, os assentamentos israelenses existentes na região, compostos por uma população de 500 mil pessoas, são considerados ilegais para a ONU.
Gospel Prime

sábado, 10 de dezembro de 2016

PRESBÍTERO ERNANDES, ASSUMIRÁ CADEIRA NA CÂMARA DE VEREADORES DE CUPIRA - PE.

Abaixo, transcrevemos a publicação do Blog Willamar Junior, o qual informa da assunção a Vereador, Legislativo Municipal da cidade de Cupira – PE, do Presbítero Ernandes Melo, da Assembleia de Deus em Pernambuco, coopera na referida cidade com o Pastor João Paulino.
Deus abençoe ao obreiro, que também é Cabo da Polícia Militar de Pernambuco, formado em Enfermagem e Pós Graduado em Nefrologia pela Universidade de Pernambuco.

O prefeito eleito de Cupira, José Maria Leite de Macêdo (DEM), contraria as expectativas de que se deixaria “levar” pela opinião dos políticos de plantão e monta a sua própria Tropa de Choque!! 
Tido como um empresário avesso à política e homem “linha dura” na forma austera de administrar, Zé Maria tem se mostrado habilidoso na arte de montar o seu secretariado.
O blog teve acesso a fonte segura de que serão remanejados dois vereadores para Secretarias estratégicas e, com isso, alçando ao cargo de vereadores dois suplentes de sua inteira confiança. 
A Presidência do Poder Legislativo Municipal e toda Mesa Diretora já está definida. De todos, o novo prefeito cobra FIDELIDADE, COMPROMISSO, COERÊNCIA para com Cupira e nada mais, assegurou a fonte!! 
Entretanto, no próximo ano, com a ida do vereador Tica de Bae(PP), para a secretaria municipal de Agricultura, assumira sua vaga na Câmara o suplente Ticico disputou as eleições deste ano e acabou sendo o 1° suplente, com um total de 572 votos. 
Já o vereador Alvani (DEM), assumira a chefia de gabinete, e no seu lugar assumira o Irmão Ernandes, segundo suplente. 
Dentre os novos vereadores, dois são novatos na política: Ticico do bar (PSB) e Irmão Ernandes (PHS). Curiosamente, os dois farão a sua estreia na política ocupando cadeiras na Câmara de Vereadores de Cupira.
Fonte: http://www.blogwillamarjunior.com.br/

Bálsamo de Gileade” volta a ser produzido em Israel.


“Bálsamo de Gileade” volta a ser produzido em Israel

A Bíblia fala diversas vezes sobre um bálsamo vindo da cidade de Gileade, uma região montanhosa a leste do rio Jordão, em Israel. A planta de onde é extraída é real e o produto usado com fins medicinais, cosméticos e em rituais de adoração no Templo.
O agricultor israelense Guy Erlich está revivendo esse produto da agricultura bíblica, juntamente com o incenso e a mirra. Contudo, está recebendo alguma resistência. Para alguns ele é um visionário, que possivelmente proverá as plantas necessárias para os incensos usado no Terceiro Templo, assim que ele for reconstruído.
Em entrevista à CBN News, ele explicou: “Esta é a fazenda do bálsamo da Gileade”. Mostrando sua plantação, conta que “a visão era produzir de novo o bálsamo de Gileade aos poucos e posteriormente fazer uma produção em escala industrial”.

Tudo ainda está nos estágios iniciais, mas já está ajudando a transformar em área cultivável parte do deserto perto do Mar Morto e de Jericó.
Erlich testemunha: “Ao longo dos anos, consegui reunir uma coleção de plantas bíblicas raras, usadas como cosméticos e também de uso medicinal. Entendi que existem plantas mais interessantes em minha coleção, com um potencial para beneficiar a humanidade”.

Produzindo incenso bíblico
Uma resposta curta seria: “da árvore de Balsamo”, que ficou conhecida como Bálsamo de Gileade, por crescer em abundância naquela região.
Durante cerca de 1000 anos, os antigos agricultores hebreus eram os únicos no mundo a cultivar esta planta exótica. Agora, essa aventura biotecnológica de Erlich está revivendo a prática.
Além dessa planta produzir um dos remédios mais importantes do mundo antigo, seu perfume era considerado o melhor do Império Romano, lembra o fazendeiro. “Acredita-se que era o primeiro ingrediente do incenso usado no Templo Sagrado e desde o período do Segundo Templo, usado como o óleo que ungia os reis de Israel. Desde o século VI, desapareceu daqui, juntamente com o povo judeu”, ensina.
Para voltar a cultivá-la, Erlich conseguiu uma muda rara da planta com um cientista alemão que a levou da Arábia Saudita para Israel. Apesar das diferenças climáticas, as plantas cultivadas por ele estão se desenvolvendo bem, pois além do calor intenso, estão no solo salgado na área perto do Mar Morto.
Atualmente ele tem plantado seis hectares de mudas do Bálsamo de Gileade, mas já existem outras 5.000 plantas prontas para serem cultivadas.
A resina retirada do tronco dá planta, as frutinhas e as folhas podem ser usadas para produção, sendo que cada uma possui fragrância e propriedade única.
Além do bálsamo, ele está investindo na produção de olíbano, incenso mencionado em Êxodo 30. O agricultor explica que existem mais de 20 tipos da planta, mas este é o mesmo usado no Templo, segundo a Bíblia. Atualmente é considerado uma planta com risco de extinção.
Na fazenda de Eelich há mudas de mirra e de várias outas plantas usadas na produção do incenso que deve ser queimado no Templo. Além da questão religiosa, ele conta que seu objetivo é fundar um centro de pesquisa e desenvolvimento de plantas medicinais, que espera ser benéfico para o estudo sobre as flores do Deserto.

Gospel Prime.

PB RONALDO LIMA.

Foi apresentado, em 01 de dezembro de 2016, cidade de Capoeiras - PE, o Presbítero Ronaldo Lima, o qual irá substituir o Presbítero Daniel Lira, transferido para Serrita - PE.
O culto, foi dirigido pelo Pastor Cândido de Freitas, o qual foi enviado pelo presidente da Assembleia de Deus em Pernambuco, Pastor Ailton José Alves.
O Pb Ronaldo, até o presente, cooperava na AD / Garanhuns, o mesmo é casado com a irmã Tania e possui três filhas: Tamires, Tatiane e Sara.
Deus abençoe neste tão grande desafio.


SOCIAL.

Parabéns a Edcarlos e Érica, que no último dia 03 de dezembro de 2016, contraíram núpcias.
A cerimônia e recepção aconteceram na Mega Festy, foi uma noite inesquecível, parentes e amigos dos noivos celebram com alegria o evento.




9º BATALHÃO DA POLÍCIA MILITAR EM GARANHUNS.

Parabéns ao 9ºBPM, que recebeu o efetivo de 30 novos sargentos, os quais foram formados no Centro de Ensino Metropolitano (CEMET), Recife.
Dentre os formandos, há vários membros da Assembleia de Deus em Garanhuns - PE.
Dc Rildo Nogueira, Aux João Paulo.

Pastor Daniel Lira toma posse em Serrita - PE.

Dia 26 de novembro de 2016, tomou posse como gestor da Assembleia de Deus em Serrita - PE, o Pb Daniel Lira, que anteriormente, cooperava na cidade de Capoeiras, Agreste Meridional pernambucano.
Esteve no referido culto, o Pastor Ailton José Alves, presidente da Assembleia de Deus em Pernambuco, o qual apresentou o jovem obreiro.
Também o Pastor Ailton, anunciou, o desmembramento, deixando de ser congregação da Salgueiro, ganhando a condição de filial, ou seja, terá autonomia, sendo ligada diretamente a presidência da IEADPE.









quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Paulo proibiu a prática de exercício físico com base em (1Tm 4:8)?



Não é surpresa saber que existem pessoas que ao lerem esse texto de imediato entenderam que o apóstolo Paulo não apoiava o exercício corporal. No entanto, a nossa resposta é Não!. Paulo em nenhum momento fez qualquer tipo de oposição ao exercício físico ou a quem o pratica, ele apenas enfatizou que é secundário em relação à piedade. Pois a Timóteo disse pouco proveito e não nenhum proveito. Palavras que estão ligadas a quem pratica alguma atividade física como atleta, prêmio ou coroa serviram a Paulo de analogia à nossa carreira cristã (1Co 9:24-25; Fp 3:14; 2Tm 2:5).

Assim, não se prive de exercitar-se, pois quem não pratica atividades físicas é sedentário, e um forte candidato a ter problemas de saúde como hipertensão, diabetes, obesidade e outros que causam ataques cardíacos que em muitas vezes levam a pessoa à morte. Ademais, o nosso corpo é Templo e morada de Deus. É preciso não apenas o homem cuidar do seu lado espiritual, mas também do físico.
"Amado, acima de tudo, faço votos por tua prosperidade e saúde, assim como é próspera a tua alma" (3Jo 2 ).

"Porque ninguém jamais odiou o seu próprio corpo, antes o alimenta e dele cuida, como também Cristo faz com a igreja,..." (Ef 5:29).

Itard Víctor Camboim De Lima
Blog Saber Cristão.

Pregação em declínio, púlpitos em crise e igrejas sedentas.

Pregação em declínio, púlpitos em crise e igrejas sedentas

Deus, em sua sabedoria, deu à igreja homens com dotação especial para edificação do corpo de Cristo (Ef 4.11). Percorrendo a Escritura, é sabido que Deus vocacionou pessoas. E dos vocacionados se requer esmero (2Tm 2.15; Rm 12.7). Por isso, a posição assumida pelo pregador diante de Deus, Sua Palavra e da igreja a qual se dirigirá, é de fundamental importância.
Ao manusear o texto bíblico, veremos também a importância da pregação (neste caso, evangelística) na ordem expressa do Cristo, ao comissionar seus discípulos para anunciarem o evangelho: “Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém! (Mt 28.19-20 – ARC). Marcos, ao redigir o texto conhecido como “A Grande Comissão”, escreve: “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16.15 – ARC).
Acerca dos textos citados acima, vejamos: “Na grande comissão, dada por Jesus a seus discípulos, segundo o registro de Mateus 28.19-20 temos configurada a função de mestres (fazer discípulos), mas segundo o registro de Marcos 16.15, a configuração é a de pregador (pregai o evangelho)”. [1]
Sendo assim, sem uma pregação de qualidade fica debilitada a tarefa da igreja de edificar seus membros como também de comunicar as verdades do Evangelho aos que, ainda, não nasceram de novo.
Cabe ressaltar o que diz o texto bíblico: “Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha?” (1Co 14.8 – ARC). Neste versículo, podemos entender que, sem clareza ao se expressar, a palavra do pregoeiro fica sem objetivo.

Púlpitos em crise

Nesse sentido, a falta de consagração e habilidade do pregador é, em geral, denunciadas por sua exposição, testemunhando, assim, contra si mesmo. Precisa-se de pregadores urgente, não de animadores de plateia. Chega de tanta emoção. Os púlpitos estão em crise; neles são poucos os que assumem compromisso com Deus, com Sua Palavra e com os ouvintes.
Vale salientar que, quando “o púlpito perde seu poder”, certamente, a igreja sofrerá prejuízo.  Sem pregadores ungidos, cheios do Espírito Santo, de nada adiantará o domínio de disciplinas teológicas como a hermenêutica e a homilética.
Dessa forma, podemos assim resumir a importância de se ter pregadores com uma mensagem cheia de poder e graça: “A Presença da mensagem inspirada é fator de fundamental importância para o crescimento da igreja (conversões), para o seu maior conhecimento espiritual (firmeza doutrinária) e para o aperfeiçoamento do seu corpo (consagração de cada crente)”. [2] Do pregador se espera preparação nos estudos e na oração, para que seus sermões sejam inteligíveis e cheios de poder. Sem isso, não há êxito na pregação do evangelho.

Igrejas sedentas

O resultado da falta de esmero nos estudos e da consagração do pregador são igrejas sedentas, pois estas não estão sendo alimentadas com a Palavra de Deus. A igreja sem o alimento nutritivo das Escrituras perde a saúde e o vigor espirituais. Ovelhas não vivem sem pastos verdejantes, nem sem águas mansas e cristalinas.
Sabemos, entretanto, que existem igrejas com ouvidos viciados, que gostam de se alimentar de “coisas velhas”. Se contentam com os chavões dos pregadores e ensinadores modernos, com as famosas frases de efeito, do tipo: “Eu tenho uma palavra profética para sua vida!”, “Receba aí algo de Deus!”, “Você foi chamado pra ser cabeça e não calda!”. Mas, em meio a essa avalanche de pregações e ensinos falsos, existem aqueles que estão sedentos por ouvir a verdade, a voz do Eterno.
Conclusão
Não foi nosso intento esgotar a temática, mas lançar luz sobre o assunto e fomentar a reflexão sobre a qualidade da pregação, e como esta influência de forma positiva ou negativa a vida da igreja. Em geral, percebo nossos “púlpitos em crise”. E, infelizmente, como resultado disso, igrejas e mais igrejas permanecem sedentas pela Palavra. No entanto, há nesse meio, aqueles cristãos viciados por jargões que traz em sua essência doutrinas estranhas como: confissão positiva, teologia da prosperidade e humanismo, etc.
Somos cônscios do estado atual que vive a igreja brasileira. E, por via de regra, seu estado não é dos melhores. É preciso resgatar sua saúde e vigor espiritual através do ensino sadio das Escrituras. É preciso orar para que o Senhor da seara mande mais despenseiros fiéis, que não sonegam o ensino nutritivo da Palavra de Deus.
Gospel Prime
NOTAS 
[1] SILVA, Plínio Moreira da. Homilética: A Eloquência da Pregação. Curitiba, PR: AD Santos Editora, 1999, p. 44.
[2] GONÇALES JÚNIOR, Almir dos Santo. Quando o Púlpito Perde o Poder: Uma Realidade Preocupante. 2.ed. Rio de Janeiro, RJ: JUERP, 2000, p. 94.

Pastor-presidente apresenta a prestação de contas do último trimestre.


Seguindo os princípios de uma administração ética e transparente, o pastor José Orisvaldo Nunes de Lima, presidente da Assembleia de Deus em Alagoas, apresentou, na última reunião do presbitério, os investimentos e bem feitorias realizados últimos meses pela administração da igreja em Maceió. Foram várias aquisições importantes, manutenções prediais de grandes proporções, reformas e acompanhamento das construções em execução.
Entre as obras que já estão em andamento e que são fruto desta administração, destacam-se o novo templo do Eustáquio Gomes, a congregação da Vila Brejal e as sub-congregações do Pinheiro e Cohab. Além das edificações, a igreja investiu em reformas e aquisições de imóveis e terrenos para a construção das congregações, como pode ser visto nas imagens em anexo.
Mesmo em tempo de crise, a igreja continua a investir firme e corajosamente os dízimos e ofertas na santa obra, sem medo e com fé de que nada faltará e de que Deus suprirá todas as necessidades. Ore, dizime e oferte para que a obra continue avençando em nosso estado.
Todas as realizações estão especificadas abaixo:
Investimentos em Prédios
- Gabinete Pastoral
- Sala Acústica para Ensaios
- Tanque Batismal Betesda (Feitosa)
- Centro de Distribuição
- Sede do Caemon
- Sub-congregação da Cohab
- Sub-congregação do Pinheiro
- Congregação Brejal
- Congregação Eustáquio Gomes
- Casas do Conjunto Aprígio Vilela
Investimentos em Máquinas e Equipamentos
- Veículo (Kombi)
- Poltronas para o Púlpito do Templo-Sede
- Melhorias na Climatização da Comadal e Uemadal
- Bancada da Congregação do Benedito Bentes 01
- Instalação dos Purificadores de Água
- Mesa de Som Digital para o Templo-sede
- Equipamentos para Transmissão no Portal AD Alagoas

Everton Teixeira/AD Alagoas
novasdeesperanca@gmail.com

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Crivella vai a Israel em busca de “ideias” para o Rio.

Crivella vai a Israel em busca de “ideias” para o Rio


Enquanto fazia campanha a prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella contou a líderes da comunidade judaica carioca que já tinha ido 35 vezes a Israel e poderia trazer de lá muitas ideias, especialmente na área de segurança pública. O Estado judeu é referência mundial em desenvolvimento de estratégias de defesa militar.
Logo após vencer as eleições, o senador embarcou de fato para uma viagem de seis dias a Israel, acompanhado pela futura primeira-dama, Sylvia Jane. Embora pouco divulgado pela mídia brasileira, o bispo licenciado da IURD teve reuniões com o primeiro ministro, Benjamin Netanyahu, e também com o prefeito de Jerusalém, Nir Barkat. Segundo a assessoria, eles trataram de assuntos na área de educação, turismo e, claro, segurança.
Ele traz na bagagem muitas “ideias” que poderá adaptar daquilo que viu na Terra Santa. De modo resumido, na educação aprendeu sobre o modelo de ensino e o uso de aplicativos nas escolas municipais. O prefeito de Jerusalém relatou ao brasileiro como quase dobrou o número de visitantes à cidade milenar nos últimos oito anos, apesar das ameaças terroristas constantes.
Uma das possibilidades é o Rio de Janeiro seguir a capital judaica no uso de sistemas de vigilância com armas não letais e treinamento da guarda municipal.
Ao final do encontro, Barkat ofertou ao prefeito eleito do Rio um broche de lapela com o brasão de Jerusalém.
Crivella e a esposa voltaram para o Brasil nesta terça (8). Com informações de Jewish Telegraphic e Jornal do Brasil

Filial em Goiana realiza batismo de 280 novos membros.


 


Filial em Goiana realiza batismo recorde na história da Igreja naquela cidade.
A IEADPE filial Goiana-PE sobre a presidência do pastor Ailton José Alves e na direção do pastor Anísio Francisco realizou o maior Batismo em Águas na história da Igreja nesta cidade, de 280 candidatos. Representando o Pastor Presidente foi enviado o Pastor SÉRGIO CORREIA segundo secretário da IEADPE, onde o mesmo transmitiu uma poderosa mensagem para toda igreja e pode os sentir a presença de Deus.

Principal Apologética últimas Passaporte biométrico – sinal da besta? Passaporte biométrico – sinal da besta?


Pergunta: “Como cristãos devemos aceitar o passaporte biométrico? Não estaríamos nos identificando com o sinal da besta?”.
Resposta: Em relação ao novo passaporte que contém dados biométricos (por exemplo, a impressão digital), você não precisa ficar preocupado. Dados biométricos servem para melhor identificação do usuário. Também representam maior proteção contra roubo e evitam mau uso do documento oficial.
Não se pode negar, porém, que em todo o progresso envolvido na tecnologia de identificação humana sempre está presente o desenvolvimento rumo a um controle mundial total. No final, tudo isso certamente será usado pelo Anticristo.
Mas nós, cristãos renascidos, não precisamos temer essas tendências. Quando o Anticristo entrar em cena, a Igreja de Jesus não estará mais aqui na terra. Já teremos sido arrebatados e estaremos com o Senhor Jesus! (1 Ts 4.13-5.11). (Samuel Rindlisbacher)

Extraído de Revista Chamada da Meia-Noite.

Menos de 40% dos cristãos praticantes leem a Bíblia.

Menos de 40% dos cristãos praticantes leem a Bíblia

Apesar de continuar sendo o livro mais impresso e vendido no mundo, menos da metade dos cristãos praticantes passam tempo envolvidos com a Bíblia, afirma a American Bible Society (ABS). Foram feitas entrevistas, por amostragem, de mil pessoas adultas, de ambos os sexos e diversas faixas etárias e de renda.

Em uma conferência do Movement Day Global Cities, no início do mês, Samuel Harrell, diretor do Projeto Ignição, ligado à ABS, apresentou dados de um levantamento feito pelo Instituto de Pesquisas Barna Group ao longo de seis anos.

O material, que fala sobre como os cristãos lidam com a Bíblia, mostra que apenas 18% da população – com 18 anos ou mais – lê a Bíblia diariamente. Dentro desse grupo, os que afirmam ser cristãos praticantes, apenas 37% têm contato com as Escrituras diariamente – fora dos horários de culto.

“Temos a honra de caminhar por vários anos com o Barna Group analisando o estado da Bíblia na América. Eu sei que todos estamos sentindo os ventos de mudança e as tendências que estão nos afetando, então você provavelmente já conversou com as pessoas sobre a maneira como elas veem a Bíblia em nossa cultura atualmente”, explicou Harrell. Os índices são semelhantes a outro estudo sobre o assunto divulgado em 2012.

Fergus Macdonald, do Centro para o Envolvimento com as Escritura, sediado na Universidade Taylor, explicou: “É o Espírito Santo que permite que o texto fale por si mesmo, quando o texto fala é a voz de Deus Pai que foi ouvida. É Jesus Cristo que, através do texto, faz uma reivindicação única sobre quem lê e quem ouve”.

De acordo com Harrell, o estudo encomendado pela ABS mostrou que apenas 38% dos americanos se consideravam “amigos da Bíblia”. Entre aqueles que afirmaram ler a Bíblia seguidamente, 14% são homens e 22% são mulheres.

Quando divididos por idade, nota-se que os mais novos, (abaixo de 31 anos) estão menos envolvidos, representando apenas 12% dos leitores da Bíblia. Por outro lado, entre os adultos mais velhos o índice mais que dobra, chegando a 26%. Harrell acredita que os que pertencem à geração atual provavelmente se aproximarão mais de suas Bíblias quando verem o impacto do livro sagrado nas vidas de outras pessoas.

Por outro lado, no levantamento de 2016, 77% dos católicos praticantes e 84% dos evangélicos praticantes expressaram o desejo de ler mais a Bíblia. Curiosamente, apenas 45% do total geral acredita que a Bíblia oferece “tudo que uma pessoa precisa para viver uma vida plena”. Eram 53% em 2011.

De acordo com o Christian Post, a porcentagem de entrevistados que veem a Bíblia como “um livro de ensinamentos escritos por homens” aumentou de 10% para 22% nos últimos seis anos. Neste mesmo período, a porcentagem dos que acreditam que a Bíblia é “literatura sagrada” caiu de 86% para 80%. Onze por cento consideram o Alcorão igualmente “sagrado”.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

O SÁBADO E O ADVENTISMO.


* Ellen G. White e o seu significado para os adventistas:

“… Os testemunhos orais ou escritos da Sra. White preenchem plenamente este requisito, no fundo e na forma. Tudo quanto disse e escreve foi puro, elevado, cientificamente correto e profeticamente exato” – Livro “Sutilezas do Erro” (pág.35).
“Os Adventistas do Sétimo Dia acreditam que o genuíno dom da profecia seria manifesto na Igreja através das mensagens ou escritos de Ellen G. White… Eles são o cumprimento de Ap. 12:17…” – Livro “Estudando Juntos”, Finley, pg. 86.
“NEGAMOS QUE: A qualidade ou grau de inspiração dos escritos de Ellen White sejam diferentes dos encontrados nas Escrituras Sagradas” – Revista Adventista, fev. 1984, pág. 37.
“Disse o meu anjo assistente. ‘ Ai de quem mover um bloco ou mexer num alfinete dessas mensagens. A verdadeira compreensão dessas mensagens é de vital importância. O destino das almas depende da maneira em que forem elas recebidas” - Primeiros Escritos, pág. 258.

* O Que Ellen G. White Fala a Respeito do Sábado
“No lugar santíssimo vi uma arca… Na arca estava … As tábuas de pedra que se fechava como um livro. Jesus abriu-as, e eu vi os Dez Mandamentos … Numa tábua havia quatro mandamentos e na outra seis… Mas o quarto, o mandamento do Sábado, brilhava mais que os outros… O Sábado tinha aparência gloriosa – um alo de glória o circundava… Vi que o mandamento do Sábado não fora pregado na Cruz… Vi que Deus não havia mudado o Sábado… Mas o Papa tinha mudado o sétimo dia para o primeiro dia…” (Primeiros Escritos, pg. 32, 33).
“Vi que o Sábado é, e será o muro de separação entre o verdadeiro Israel de Deus e os incrédulos…”(Idem pg. 85).
“Santificar o Sábado ao Senhor importa em salvação eterna” (Livro: Testemunhos Seletos, vol. III pág.22, EGW ed1956). www.ellenwhitebooks.com.
“O Pr. Bates, o apóstolo da verdade sobre o sábado, tomou a liderança em advogar a obrigatoriedade da guarda desse dia” (Livro “Primeiros Escritos, Prefácio Histórico XXII.
“Que é, pois, a mudança do Sábado, senão o sinal da autoridade da igreja de Roma – “a marca da besta”; O selo da lei de Deus se encontra no quarto mandamento… Os discípulos de Jesus são chamados a restabelecê-lo, exaltando o Sábado…” – (Livro: O Grande Conflito, Ed. condensada, 1992, pag. 267 e 269).
“Foi-me mostrada então uma multidão que ululava em agonia. Em suas vestes estava escrito em grandes letras: Pesado foste na balança, e foste achado em falta. Perguntei (ao anjo) quem era aquela multidão. O Anjo disse: Estes são os que já guardaram o sábado e o abandonaram. Vi que eles haviam … enlameado o resto com os pés – pisando o sábado a pés; e por isso foram pesados na balança e achados em falta” (Primeiros Escritos, pág.37).

* 7 Considerações Sobre o Sétimo Dia
Em primeiro lugar, a moral sabática não se refere a um dia específico da semana. Diz que devemos trabalhar seis dias e descansar no sétimo, ou seja, um dia de descanso semanal. No calendário romano cristão o dia de descanso é o Domingo, descansando nele estamos de acordo com a moral sabática – “Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho” (Êx. 20.9).
Segundo, se partirmos do princípio da criação, para construir o calendário, a história se complica. Deus criou o homem no sexto dia (Gn. 1.26-27), o sétimo dia da criação foi, portanto, o primeiro dia da semana do homem. Não se justificaria o homem ser criado em um dia e já descansar no próximo. Assim, o sétimo dia de Deus é o primeiro do homem. Seguindo a semana, de acordo com essa lógica da semana da criação, o dia de descanso do homem seria a Sexta-feira e não o Sábado.
Terceiro, Josué parou o Sol pelo período de quase um dia, somando-se a isso o retrocesso do relógio de Acaz, temos um dia inteiro em que o tempo teria ficado parado (Js. 10; Is. 38.8), assim a semana foi alterada e o Sábado virou Domingo!
Quarto, os dias da criação provavelmente não eram dias de 24 h, mas grandes períodos de tempo, pois como Adão teria visto as luminares, se a velocidade da luz das estrelas que vemos demorou milhares de anos para chegar até nós?
Quinto, em qual fuso horário deve-se guardar o Sábado? Pois quando é Sábado em um país é domingo em outro, como resolver essa problemática para que todos no planeta guardem o mesmo shabath de Deus?
Sexto, o Sábado deveria ser guardado do pôr-do-sol ao pôr-do-sol (Lv. 23.32). Então, como fazem os sabatistas do extremo norte para obedecer a esse mandamento, visto que o Sol pode demorar meses para se pôr?
Por último, o próprio Deus trabalhou no sétimo dia, veja – “Ora, havendo Deus completado no dia sétimo a obra que tinha feito” (Gn. 2.2) e, segundo o evangelho de João, Ele nunca parou de trabalhar (cf. Jo. 5.17).
“… e havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz” (Cl. 2.14); “mas o entendimento lhes ficou endurecido. Pois até o dia de hoje, à leitura do velho pacto (a Lei), permanece o mesmo véu, não lhes sendo revelado que em Cristo é ele (a Lei e tudo o que nela está incluído, no nosso caso o Sábado) abolido” (II Co.3.14).

* Refutando os Argumentos Adventistas Sobre a Divisão da Lei
Dizem os Adventistas: O que foi abolido na cruz foi apenas a Lei Cerimonial – a Lei de Moisés, mas o decálogo é moral e por isso não foi abolido.
Primeiro: A Bíblia fala que só há um legislador – Is. 33.22 e Tg. 4.12 – Então só há uma Lei.
Segundo: Diz que a Lei de Moisés e a Lei de Deus é “A LEI” – Ne. 8.1,8,14;
Terceiro: Jesus ensinou que o Decálogo faz parte da Lei de Moisés – Mc. 7.9-10, cf. Êx. 20.12; Jo. 7.19, cf. Êx. 20.13.
Quarto: Paulo classifica também o Decálogo de Lei Mosaica – Rm. 7.7, cf. Êx. 20.17.
Quinto: Estamos em uma nova dispensação muito superior a Lei – cf. Hb. 8.6;
Sexto: Vivemos debaixo da Lei de Cristo – I Co. 9.21; Gl. 6.2;
Por último, quem quer guardar dias sagrados ou ritos da Lei está fora da Graça – Gl. 4.10-11 e 5.4.
Dizem os Adventistas: “Roma teve um imperador que adorava o sol. Daí Sunday (dia do sol – do Inglês, Domingo). Por essa questão pagã, a tradição chegou até nossos dias”.
Refutação: Tão pagã quanto a palavra Sunday é Saturday (que quer dizer dia de Saturno), Sábado, em Inglês. Este dia, Saturday ou Sábado, era dedicado ao deus Saturno e prestava-se culto com orgias e muita bebida.
Sobre a Palavra Domingo: [Do lat. dies dominicu, ‘dia do Senhor’.] Dicionário Aurélio Séc. XXI.

* O Sábado – Uma Sombra
“Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados, que são sombras das coisas vindouras; mas o corpo é de Cristo” (Cl. 2.16-17).
“Porque nós, os que temos crido (em Cristo), entramos no repouso (Sábado ou descanso)… Porque em certo lugar disse assim do dia sétimo: E repousou Deus de todas as suas obras no sétimo dia” (Hb. 4.1-4).
“Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mt. 11.28).

* Para quem quiser guardar o Sábado
– Não sair de casa no sábado (Êx. 16.29);
– Não ferver ou assar comida (Êx. 16.23);
– Guardar o sábado dentro de casa (Êx. 16.29);
– Não acender fogo (Êx. 35.3);
– Não fazer viagens (Ne. 10.31);
– Não carregar peso (Jr. 17.21);
– Não fazer transações comerciais (Am. 8.5).

Fonte: Blog Saber Cristão.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Bases para um casamento bem sucedido.




"E, ao terceiro dia, fizeram-se umas bodas em Caná da Galileia; e estava ali a mãe de Jesus. E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas. E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho. Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora. Sua mãe disse aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser. E estavam ali postas seis talhas de pedra, para as purificações dos judeus, e em cada uma cabiam dois ou três almudes. Disse-lhes Jesus: Enchei de água essas talhas. E encheram-nas até em cima. E disse-lhes: Tirai agora, e levai ao mestre-sala. E levaram. E, logo que o mestre-sala provou a água feita vinho (não sabendo de onde viera, se bem que o sabiam os serventes que tinham tirado a água), chamou o mestre-sala ao esposo, E disse-lhe: Todo o homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho. Jesus principiou assim os seus sinais em Caná da Galiléia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele". João 2:1-11
Podemos aprender alguns “segredos de um casamento bem-sucedido” com o primeiro milagre de Jesus nas Bodas de Caná.

I. Convide Jesus. V 1-2
1. Início de milagres: Jesus foi convidado para o casamento. Mesmo sendo uma viagem de dois dias a pé, ele foi. Jesus pagou o preço vindo do céu à terra e quer entrar em nossos corações mas nós devemos convidá-lo pessoalmente. O milagre começa quando convidamos Jesus para entrar em nossas vidas. 
2. A experiência comum: Jesus, a terceira vertente neste cordão de três dobras (Eclesiastes 4:12). Os noivos dessa festa têm um bom começo em seu caminho para a união bem sucedida.

II. Leve as necessidades a Jesus. V 3-4
1. Problemas: (v 3) Cedo ou tarde, todo casamento passará por dificuldades. Aqui a lua de mel parecia ter acabado antes de começar. Os amantes são cegos. O casamento é os olhos abertos! O amor é um sonho. O casamento é o despertador!
2. O exemplo de Maria: Levou o problema para Jesus. Não tentar resolvê-lo do seu próprio jeito. Fez de Jesus o centro, neste momento de necessidade.
3. Deus é movido pela fé. A fé implícita de Maria move Jesus. Deus não é movido pela nossa necessidade, mas pela nossa fé. A fé pode alterar o calendário de Deus. A fé agrada a Deus (Hebreus 11:6)

III. Dar a Jesus o que você tem. V 6
1. Seis talhas de pedra: Vasilhas comuns usadas para a lavagem cerimonial. 6 é o número do homem, vazio fala da nossa condição sem Cristo.
2. Água: Comum, insípida, inodora. Jesus perguntou pelo que estava disponível, o que tinham. Eles tiveram que apresentar a Jesus o que eles tinham disponível. A água também fala do Espírito Santo. Quando estamos cheios do Espírito Santo há uma oportunidade para milagres.
3. O que você tem? Trazê-lo para Jesus! Ele não está olhando para a capacidade mas por disponibilidade. Abraão: um filho, Moisés: uma vara, Davi: uma funda e cinco pedras, Viúva de Sarepta: um pouco de farinha e azeite, Discípulos: cinco pães e dois peixes.

IV. Fazei tudo quanto ele vos disser. V. 5,7-11
1. “Fazei o que Ele diz:" (v 5) últimas palavras de Maria. Excelente conselho. Às vezes é difícil, não faz sentido, ainda que Deus quer obediência implícita. O milagre só aconteceu porque obedeceram e encheram as talhas de água. 
2. Ele guarda o melhor para o futuro: V (10) No mundo o melhor é servido primeiro, mas Jesus guarda o melhor para o futuro. Não importa o que pode ter acontecido no passado, o melhor ainda está por vir. Ele é um Deus redentor capaz de trabalhar todas as coisas para o bem daqueles que o amam e são chamados segundo o seu propósito (Romanos 8:28).
Assim, podemos aprender com esta passagem os segredos para um casamento bem-sucedido: 

1) Convide Jesus para o vosso casamento, 
2) Leve as necessidades a Jesus, 
3) Dê a ele o que vocês tem e 
4) Fazei o que Ele vos disser. 
Que os vossos casamentos sejam bem sucedidos e vivam experiências de milagres como este em Caná.

ADNEWS